Quartos de irmãos: como conseguir uma decoração equilibrada

O quarto dos seus filhos é um lugar muito especial.

Nele vão passar uma grande parte do tempo e será o lugar das brincadeiras, dos trabalhos de casa, dos tempos para “reflectir”, do acordar e do deitar.

É o primeiro lugar a que chamam de seu, é a sua primeira casa.

Mas nem sempre esse espaço é de um só, mas sim partilhado com o irmão ou irmã.

Por falta de espaço ou por opção para incentivar o convívio e a partilha, os quartos partilhados são uma realidade em muitas casas.

Se os filhos forem de sexo diferente, o desafio da decoração destes quartos é ainda maior, tendo de conciliar não só idades e necessidades distintas, mas também gostos e preferências naturais inegáveis.

O azul e cor-de-rosa das colchas estão presentes em quase todos os quartos, mas esta não é nem a única nem a melhor solução para os quartos partilhados.

Para acabar com o pesadelo, apresentamos-lhe algumas dicas para que o quarto dos seus filhos seja um espaço bem adaptado às necessidades e com um estilo único.

1. Móveis

Comece por tentar que os móveis escolhidos e a disposição dos mesmos no quarto responda às necessidades dos seus filhos, de acordo com a sua personalidade, gostos e idade.

Junto com tais especificidades, vêm também as necessidades de arrumação para que seja um quarto funcional e resistente à desarrumação inevitável dos mais pequenos.

Procure delimitar os espaços de brincar dos espaços de estudo e dos espaços de dormir, para que a criança sinta o espaço adequado ao exercício de cada uma das actividades.

Não se esqueça também que as crianças estão em constante evolução e crescimento e o quarto vai rapidamente precisar de um novo reajuste: opte por móveis versáteis.

2. Cores

A cor é o elemento da decoração habitualmente utilizado para delimitar visualmente o espaço de cada uma das crianças.

O cor de rosa das meninas e o azul dos meninos, nos seus diversos tons, são as cores tradicionais, mas não são obrigatórias nem garantia de um resultado perfeito.

DICAS:

– opte por tons neutros para os têxteis (almofadas, colchas, cortinas, tapetes): os brinquedos vão dar o toque infantil e vivo à decoração.

– opte por uma cor (ou palete de cores) base para todo o quarto, deixando os restantes elementos decorativos distinguir o espaço de cada uma das crianças.

– se é fã de cor, há muito mais cores para além do cor de rosa e azul: aventure-se, mas sem esquecer que todos os brinquedos e artigos de crianças são tendencialmente coloridos.

Quartos partilhados em imagens:

quartos partilhados

quartos partilhados

quartos partilhados

quartos partilhados

Os comentários estão encerrados.